Nei Kung

Nei Kung é uma arte marcial fundada por Michel Echenique Isasa e é baseada na sabedoria milenar de antigas tradições, mas que se mantém sempre atual já que trata de aspectos fundamentais da vida do homem e da natureza. Sua estrutura é bastante ampla e integra uma série de sistemas, desde defesa pessoal e técnicas de combate, incluindo sistemas de respiração, Chi Kung, concentração, controle da ansiedade, domínio do medo, entre outros.

Fundamenta-se nos hexagramas do I-Ching e cada técnica representa uma idéia profunda que, através de uma vivência prática, leva o indivíduo a conhecer-se e a desenvolver seus potenciais latentes.

O Nei Kung promove a não violência e tem por objetivo manter vivos os princípios essenciais que dão um sentido maior à existência humana.

Nesse estilo a filosofia alia-se ao aspecto marcial na busca de valores atemporais como justiça, ética e sabedoria. Mais do que um conjunto de técnicas e práticas físicas, o Nei Kung propõe um caminho de valor e de harmonização do homem com a sua própria vida e com o meio.

Fundamentos do Nei Kung

A arte marcial Nei Kung baseia-se na filosofia dos hexagramas do I Ching. Suas técnicas representam idéias profundas que favorecem o auto-conhecimento e o despertar dos potenciais latentes. Segundo os princípio desta arte, através das Artes Marciais, o ser humano pode aprender a dominar-se e melhorar sua vida em diversos aspectos. Integra uma série de sistemas de defesa pessoal e técnicas de combate, incluindo treinamentos de respiração, formas de Chi Kung, e práticas de meditação.

O Nei Kung corresponde historicamente a uma Escola de Artes Marciais Filosóficas e Interna, que existiu na China até o século III e que a partir daí desapareceu publicamente, sem deixar rastros nem sucessão. Mas, como toda escola interna, seu espírito e conhecimento continuou em desenvolvimento até os nossos dias, por uma via não pública, mas restringida a um número reduzido de instrutores e discípulos.

O Nei Kung consiste em uma técnica marcial ampla que integra muitos sistemas e que têm um caráter simbólico, ou seja, cada técnica, movimento, treinamento, entre outros, e representa algo mais profundo da natureza do homem e do Universo.

Sua proposta consiste na descoberta e desenvolvimento de uma via interior que leve o discípulo à Sabedoria. Seus objetivos são:

Superação do medo através da técnica;
Superação da dor através do conhecimento da força interior;
Superação da ignorância através do espírito da Sabedoria do Poder Interno.

Baseia-se no texto das Mutações, conhecido como I Ching, aplicando os 64 hexagramas na sua estrutura marcial. O Nei Kung é uma Arte Marcial que elimina o confronto por meio da aplicação da inteligência. É uma Arte Marcial não violenta, porém de intensa atividade. Isto é possível devido a que no Nei Kung o conceito de luta é interno, ou seja, uma luta interior do discípulo consigo mesmo. Isto significa que tudo o que acontece no exterior, incluindo um possível adversário (ou vários), são reflexos ou efeitos de uma causa que existe no interior, e no Nei Kung se trabalha acima das causas, com o objetivo de corrigir os efeitos. Daremos um exemplo:

"Se um adversário manifesta muita violência, isto deve-se a que a violência existe em nós mesmos; se conseguimos eliminá-la dentro de nós, a violência do adversário ficará sem sustentação e, então, é possível canalizá-la num bem comum, ou seja, de ambos".

A Arte Marcial do Nei Kung desenvolve-se filosoficamente através da Doutrina dos Cinco Elementos e da aplicação de cada um desses elementos nas suas técnicas e práticas. Dessa fonte extrai elementos de defesa pessoal, preservação da saúde, controle psicossomático, domínio mental e canalização de energias superiores. Para que o discípulo de Nei Kung atinja esse grau de conhecimento, o Nei Kung lhe reserva uma trilha ética-moral que permite-lhe tornar-se, antes de mais nada, um Cavalheiro ou, no caso de uma discípula, uma Dama.

Podemos concluir que esta Arte Marcial propõe a formação de indivíduos melhores que possam melhorar o mundo.

 

Objetivos

O Nei Kung é também conhecido como “Ação de Potencial Inteligente”. Tem como objetivos:

Equilibrar no ser humano os desejos com as tendências vocacionais, de tal forma que aprenda desejar o que na prática faz da melhor maneira;

Desenvolver o potencial do homem forte e corajoso, para o bem, o justo, o belo e o verdadeiro;

Ensinar a lidar com o medo;

Ensinar a viver de acordo com a ciência da estratégia;

Propor soluções de como preservar a saúde e controlar o estresse;

Mostrar como desenvolver a personalidade taticamente;

Mostrar como criar uma técnica que permita que os ideais conduzam a ações práticas em todos os instantes da vida;


O Nei Kung e as Crianças

A criança vive e se desenvolve num universo particular que, constantemente, se alimenta com sua própria fantasia. Neste universo é que encontram seus heróis, seus modelos, suas aventuras e ilusões. Ali tudo é possível. Cada criança é um continente desconhecido que devemos descobri-lo aos poucos.

O Nei kung interpreta as fantasias das crianças e canaliza-as de maneira positiva. Motiva-os, de maneira constante, para evitar que percam o interesse pela alegria de viver. Conduz a uma disciplina, a organizar-se melhor. Aprende sobre o respeito com os demais e com a natureza. A prática do Nei Kung para crianças foi desenvolvida pelo diretor internacional do Instituto de Artes Marciais Filosóficas Talal Husseini.

As práticas são realizadas através de constantes exercícios imitando brincadeiras. O Nei Kung não é simplesmente “defesa e ataque”, ele oferece um leque de possibilidades de crescimento interior, fazendo de seus praticantes, verdadeiros cidadãos do futuro. A criança tem uma vida pela frente para melhorar, então por que apressá-la?

Voltar